A ostra e a pérola


"Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas."


Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou grão de areia.

Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia a penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola vai se formando.

Uma ostra que não foi ferida, de modo algum produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.

O mesmo pode acontecer conosco. Você já se sentiu ferido pelas palavras de alguém? Já foi acusado de ter feito coisas que não fez ? Suas idéias já foram mal interpretadas? Você já sofreu o duro golpe do preconceito? Da hipocrisia ? Da ingratidão ? Da falsidade? Do rancor ? Já recebeu o troco da indiferença? Do amor não correspondido? Então, produza uma pérola !

Transforme suas mágoas em várias camadas de AMOR.

Infelizmente, são poucas as pessoas conseguem.

A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, deixando as feridas abertas e alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem.

Assim, na prática, o que vemos são muitas "Ostras Vazias", não porque não tenham sido feridas, mas porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em um momento passageiro.

Um sorriso, um olhar, um gesto de humildade na maioria das vezes, vale mais do que mil palavras.

8 comentários:

  1. Obrigado por este texto, tão bem escrito.

    ResponderExcluir
  2. Olá meu amigo, belíssimo texto, realmente devermos tentar transformar estas situações em preciosas pérolas, nem sempre é fácil, nas verdade, nunca é fácil, mas devemos ao menos tentar, obrigado por nos lembrar com esta mensagem tão bela. Ótima semana.

    ResponderExcluir
  3. Oi Dan, tudo bem?
    Mas pura verdade isso. Muitas vezes as palavras e gestos são surgidos em momentos de raiva, de decepções, frustrações e nem sempre são sinceras, mas que infelizmente após serem proferidas fazem um estrago enorme em alguém. Infelizmente nem todos tem o dom, acho que é palavra que se encaixe melhor, de perdoar, de seguir em frente e não ficar olhando para o passado e remoendo isso.
    Bjo menino, se cuida

    ResponderExcluir
  4. concordo com vc, o texto é lindo
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito da tua maneira de escrever , da beleza naturl como articulas as palavras.
    "Um sorriso, um olhar, um gesto de humildade na maioria das vezes, vale mais do que mil palavras." - se vale, se vale :)

    Beijinho*

    ResponderExcluir
  6. Boas =)

    Aqui deixo o desafio para o Spectare, primeiro Concurso de Trailers Literários das Cidades Sem Céu.
    O regulamento pode ser encontrado através deste link:
    http://cidadessemceu.blogspot.pt/2013/01/spectare.html
    No blog já existe o meu vídeo que poderá servir como modelo ou não.
    Se precisares de alguma orientação é só dizer ;)
    Participa e divulga! ^_^
    Abraços,

    Pedro

    ResponderExcluir

Seguidores