Por onde andei...

Mesmo dormindo, eu podia sentir a velocidade do ônibus, meu sono era leve, e na mente uma retrospectiva de tudo que havia acontecido naquele final de semana.


Não sabia quem acelerava mais, meu coração valente, que se desbravou de longe ao encontro do meu amor, ou o ônibus que me trazia de volta.


Aquele seu olhar me protegia durante a viagem pra casa. Aquele seu cheiro me acalentava pelo caminho afora, mas só o cheiro do seu cheiro não quer me deixar em paz. Só o gosto do teu beijo ficou e não quer ir embora. Só o seu suor me faz te desejar mais, e mais, e mais, e mais.....Viu ?


Chovia muito, mas eu não via, só sentia. E numa freada brusca o ônibus arremessou todos os passageiros para frente, sem dó. Mas calma, não morri, não foi um acidente, apenas o motorista querendo me acordar e dizer que o sonho acabou.



Mas a realidade continua. Até breve, meu amor.


É tão certo, quanto o calor do fogo ♪♪



Seguidores