O Mendigo


Acabava de sair do serviço. Um dia nublado, chuvoso, e o meu dia também. Ao chegar no ponto de ônibus, deparei-me com um mendigo e suas tralhas ocupando metade do espaço. A outra metade estavam as pessoas tentando se privar dos chuviscos. Me juntei a elas e comecei a observar o mendigo, que preparava seu almoço atrás do banco. Num fogo baixo fritava algumas linguiças e refogava uma panela cheia de arroz, cuidadosamente. Jogou o leite fora porque havia estragado. Na beirada do banco, um galão de agua posicionado horizontalmente, para que a água saísse verticalmente como numa torneira. Ali lavou 2 tomates e um pé de alface, folha por folha, minuciosamente. Pegou tais tomates e os cortou em cubículos, depois Juntou com as folhas de alface numa vasilha plástica limpa, pois havia lavado no galão-torneirinha, e temperou tudo com o vinagre que estava guardado numa caixa dentro do seu carrinho de tralhas. Neste momento, todos do ponto estavam olhando a cena.Cheirou duas sacolinhas plásticas ,fez uma careta e Jogou ambas fora na lixeira coletiva. O arroz ficou pronto e as lingüiças já estavam no ponto, literalmente.

Pegou de suas tralhas uma toalha branca e forrou o banco. Colocou alguns pedaços de papelão, e nestes, sobrepôs as penelas quentes para não sujar o pano. Tirou um garfo e uma faca de dentro de uma sacolinha, lavou, sentou de pernas cruzadas e começou a almoçar.

Neste momento, todos estavam de boca aberta, tamanha delicadeza cuidado e afeição do mendigo com seus objetos e com sua comida. Tratava-os com amor.

Observei ele almoçar, e também a admiração que ganhou das pessoas que estavam comigo no ponto.

Meu ônibus chegou!

Lição: Cuide de tudo que possui. E se julgar pouco, mesmo que seja, cuide com valor, cuide com amor.

By Dand *-*



35 comentários:

  1. Nossa esse pedinte é todo trabalhado na limpeza e amor, acho q ele é um ex-rico/classe média, certeza!
    Mas é isso mesmo parece clichê, mas temos q cuidar muito bem do q possuímos seja pouco ou muito... lição pra vida toda!
    Ótimo texto Dand!!
    Adorei mesmo!
    Abraçooo!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, otimo como vc descreve os detalhes.

    Mas a verdade esta ai, nunca se pode imaginar q um mendingo teria tanto cuidado com suas coisas, com sua comigo. ate pq ele teria, se esta ali num ponto de onibus. Isso pode ser a primeira coisa a se pensar.
    Porem ele deve ter cuidado, pois e dele eh pra ele.

    Mas a liçao tirada disso tudo e a mais importante.
    Cuide de tudo q possui, sem se preocupar com quantidade, qualidade e valores. Sao suas coisas e tem que ser cuidadas com carinho, com valor e com amor.

    Grande Abraço Amigo

    ResponderExcluir
  3. Olá Dand
    Realmente uma lição. Não importa a condição social da pessoa, quando ela quer, ela sabe as noções básicas de higiene.
    bjão

    ResponderExcluir
  4. isto é mais q uma lição ... é um testemunho de a vida tem o seu valor em si mesma ...

    bjão ao Dand

    ;-)

    ResponderExcluir
  5. Realmente seu texto é fascinante,
    adorei a forma com que escreveu o mesmo
    o desenhou com carinho. Pois é,
    uma lição de vida perfeita para aqueles que acreditam que nada na vida está bom e que tudo o que se tem é pouco. parabéns mais uma vez,

    Dan

    ResponderExcluir
  6. Ha, adorei. Vou tomar essa lição.

    *DB*

    ResponderExcluir
  7. A vida sem freio me leva, me arrasta, me cega no momento em que eu queria ver. O segundo que antecede o beijo, a palavra que destrói o amor quando tudo ainda estava inteiro, no instante em que desmoronou. Palavras duras em voz de veludo e tudo muda, adeus velho mundo, há um segundo tudo estava em paz. Cuide bem do seu amor, seja quem for... E cada segundo, cada momento, cada instante é quase eterno, passa devagar, se o seu mundo for o mundo inteiro, sua vida, seu amor, seu lar, cuide tudo que for verdadeiro deixe tudo que não for passar. Palavras duras em voz de veludo e tudo muda, adeus velho mundo, há um segundo tudo estava em paz...

    ResponderExcluir
  8. Realmente isso também me impressionou. Isso é uma lição para as pessoas darem mais valor ao que possuem. Minha irmã sempre me disse para eu dar valor ao que tenho, mesmo que pareçam banais e fáceis de conseguir ou que parece que todos têm. Não importa, até uma roupa do dia a dia é útil e devemos dar valor...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Nossa, que lindo!
    Eu desenhei toda a cena e com emoção. Gesto signifitivo num mundo corroido pelo amor falso e hipocrita. Cuidado e singeleza... e mais, de um mendigo nos ensina a amar verdadeiramente.
    Muito singelo.
    Bju com carinho.

    ResponderExcluir
  10. Venho eu aqui,
    mais uma vez lembrar deste texto
    com carinho e mostrar minha enorme
    admiração pelas coisas que fazes.
    Adoro muito tudo por aqui.
    Abraços,

    Dan

    ResponderExcluir
  11. Que história mais linda! Fiquei maravilhado em apenas ler o que você descreveu. Realmente é uma lição muito importante. Dificilmente as pessoas se dão conta de que são felizes com o que têm a sua disposição, ficam sempre vislumbrando suas realizações no que é alheio, no é que comprável.

    Abração, até mais!

    ResponderExcluir
  12. É uma paixão mesmo Dand ... com certeza igual à sua pelo Rio ... morar lá não sonho mais, pois minha vida já está toda estruturada em BH e já não sou mais um jovem a poder me aventurar né? Mas enfim ... vamos curtindo Sampa e outras maravilhas como passeio sempre q possível né?

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  13. E o autor desse blog ainda se atreve a falar da minha "elegância" ao escrever!! Olha quem fala, né? hehe
    Muito obrigado pelo comentário!

    Seu texto é lindo... tocante!
    Eu ainda acho q os mendigos ainda tem muito a nos ensinar... é só prestar atenção e 'captar' as dicas. Valorizar e cuidar de cada uma das nossas coisas é só o começo!

    Graande abço ^^

    ResponderExcluir
  14. Brilhante essa história.

    abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  15. Obrigado por todo o seu carinho explicitado no meu blog, e sabe de uma coisa, depois de ler o que escreveu, agora parece, que toda vez que vou comer algum alimento, tenho mais carinho com ele. Obrigado por suas palavras fascinantes e também por me ensinar a ser mais humano. Agradeço-te fielmente tudo.

    Dan

    ResponderExcluir
  16. Que lição! Por isso eu trato vc com muito amor amigo! Porque cuido bem e dou valor a TUDO que amo! hahaha


    beijo Nego

    ResponderExcluir
  17. Julgar menos é um exercício que faço diariamente.

    As pessoas deveriam mesmo ter essa noção do quanto podemos aprender com quem aparentemente não tem nada.

    Gostei do seu blog.

    ResponderExcluir
  18. é nos pequenos gestos que a gente conhece as pessoas.

    ResponderExcluir
  19. E a gente vez ou outra ainda reclama de nossas condições!

    Lições de vida!

    ***

    BayjÖs!

    ;-D

    ResponderExcluir
  20. Eu adoro relembrar essa história,
    porque é uma lição de humildade
    e do cuidado que devemos ter com as coisas,
    não só com a comida.
    Está autorizado sim, pode postar o texto que quiser. Abraços nobre amigo.

    Dan

    ResponderExcluir
  21. Dand linda história real!
    Devemos mesmo cuidar do que temos mesmo q seja pouco. É nosso!
    Abraços bem apertados.

    ResponderExcluir
  22. Que lição Dand!
    Uma boa reflexão pra gente. Beejo,beejo.
    Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  23. Bom bom mesmo Dand, do pouco que temos é o pouco que devemos cuidar, pq dele aflora uma grande vontade de vir, o como vc o adquiriu com suor, nos pequenos detalhes.

    abraçao

    ResponderExcluir
  24. Dand vc escreve muito bem. Alias, voce tem o dom da palavra. So o nome do seu blog, já sugere muita coisa. Posso escrever algo com esse tema? posso te seguir? Abraços cara!

    ResponderExcluir
  25. Oiii, achei seu blog super interessante, estou te seguindo, me segui também. Seu texto foi bem interessante, observo muito isso no meu dia-a-dia. beijos

    ResponderExcluir
  26. Saudade, poxa!
    Te mandei "N" e-mails e nada de resposta.
    Tudo bem? Quero saber da tua vida, por onde anda e o que tem feito.
    MEGA BEIJOOOOOOOOOO.

    ResponderExcluir
  27. interessante história, parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  28. Olha lá... escrevi. Abraços

    ResponderExcluir
  29. Oi Dan, tudo bem?
    Depois de muito tempo voltei aqui, rs.
    Gente, interessante mesmo essa cena, pq ñ é algo da qual estamos acostumados a ver pelas ruas. Vi q no post anterior a esse, vc falou sobre o livro De Amor e Amizade, acho lindo ele, estou lendo no momento, um dos, rs.
    Se cuida heim?
    Bjo

    ResponderExcluir
  30. Obrigado pela sua visita e comentario amigo. Elas são sempre muito bem vindas. Na verdade, todos nós temos limitações e há dias, de fato, que estamos limitados. O bom, é que é somente hoje. Abraços

    ResponderExcluir
  31. AHAZÔ! Ali é o mundo dele, e a percepção dele é diferente da nossa.. aquilo não é lixo, é de alguma forma a riqueza dele e tudo que ele tem.. emocionante

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Olá!

    Parabéns!

    Gostei da singeleza do texto e o publicarei em meu Blog dia 24/04.
    Um abraço!
    Kurare

    "Foi por ter sido pisado por muitos pés que me tornei um bom vinho!" (Carlos Kurare)

    ResponderExcluir

Seguidores