Receita de Ano Novo

Para você ganhar belíssimo ano novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
ano novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido).

Para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser.

Novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior).

Novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens? passa telegramas?).

Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta,
pois quem se gasta em palavras,
raramente se gasta em ações.

Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um ano novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo.

Eu sei que não é fácil, mas tente,
experimente consciente.

É dentro de você que o novo ano
cochila e espera desde sempre.Alinhar ao centro

Ao longo desta última década, aprendi e descobri muitas coisas, e queria passar um pouco destas coisas pra vocês. Encontrei nesse lindo texto, um pouco do que eu queria dizer...Em 2010 finalizei um ciclo de minha vida, não digo que foi com chave de ouro, mas de bronze, pois me decepcionei, fui fraco, chorei, perdi algumas vezes, mas sorri também, fui muito feliz em alguns momentos., ganhei amigos, amores, status. Mas acredito que o importante é que emoções eu vivi, rs, né ? E a vida é assim, feita de emoções, sentimentos, momentos bons, ótimos e ruins também. E assumo todos eles com a cabeça erguida, pois posso dizer que minha vida não segue em vão. Tenho muitas histórias pra viver e pra contar aqui....

Por isso, em 2011 vou continuar aprendendo, descobrindo e vivendo a vida loucamente e espero poder contar tudinho pra vocês.

Desejo um novo ano cheio de grandes ideais, realizações, boas surpresas e muita saúde para todos os meus amigos......Um grande abraço e boas entradas pra vocês...hehe.


By Dand.!

Qual é a Música ?

MILÁGRIMAS
Itamar Assumpção - Alice Ruiz

Em caso de dor, ponha gelo
Mude o corte do cabelo
Mude como modelo
Vá ao cinema, dê um sorriso
Ainda que amarelo
Esqueça seu cotovelo
Se amargo for já ter sido
Troque já este vestido
Troque o padrão do tecido
Saia do sério, deixe os critérios
Siga todos os sentidos
Faça fazer sentido
A cada milágrimas sai um milagre

Em caso de tristeza vire a mesa
Coma só a sobremesa
Coma somente a cereja
Jogue para cima, faça cena
Cante as rimas de um poema
Sofra apenas, viva apenas
Sendo só fissura, ou loucura
Quem sabe casando cura
Ninguém sabe o que procura
Faça uma novena, reze um terço
Caia fora do contexto, invente seu endereço
A cada milágrimas sai um milagre

Mas se apesar de banal
Chorar for inevitável
Sinta o gosto do sal
Sinta o gosto do sal
Gota a gota, uma a uma
Duas, três, dez, cem mil lágrimas, sinta o milagre
A cada milágrimas sai um milagre.


"Porque chorar, ainda é a melhor forma de desabafar uma angústia."
By Dand.



Por onde andei...

Mesmo dormindo, eu podia sentir a velocidade do ônibus, meu sono era leve, e na mente uma retrospectiva de tudo que havia acontecido naquele final de semana.


Não sabia quem acelerava mais, meu coração valente, que se desbravou de longe ao encontro do meu amor, ou o ônibus que me trazia de volta.


Aquele seu olhar me protegia durante a viagem pra casa. Aquele seu cheiro me acalentava pelo caminho afora, mas só o cheiro do seu cheiro não quer me deixar em paz. Só o gosto do teu beijo ficou e não quer ir embora. Só o seu suor me faz te desejar mais, e mais, e mais, e mais.....Viu ?


Chovia muito, mas eu não via, só sentia. E numa freada brusca o ônibus arremessou todos os passageiros para frente, sem dó. Mas calma, não morri, não foi um acidente, apenas o motorista querendo me acordar e dizer que o sonho acabou.



Mas a realidade continua. Até breve, meu amor.


É tão certo, quanto o calor do fogo ♪♪



Aonde Fui

Desejo que apareça uma forma,
Meio assim,
Meio calado,
Juntando desejos alienados...
Gritando em mim,
A vontade de te ver,
Em passos largos,
Eu só consigo te querer...

E nada poderá nos separar...
Nem mesmo o vendaval de ilusões,
Aonde eu puder te levar,
Sei que será sim com o coração.

Com o medo embalado e guardado,
Eu saio pelo meu portão,
Caminhando lado a lado,
Com determinação,
As janelas fechadas,
Pro incerto nao entrar,
Eu rezo a sua vinda,
Meu bem.A hora vai chegar.

E nada poderá nos separar...
Nem mesmo o vendaval de ilusões,
Aonde eu puder te levar,
Sei que será sim com o coração.

Olhando pro céu,
Eu vejo seu sorriso,
Tímido, e largo,
Você é tudo que eu preciso,
E contando pedras no caminho,
Eu chego ao meu destino,
Com calor e frio,
Com a vontade de um menino.

E nada poderá nos separar...
Nem mesmo o vendaval de ilusões,
Aonde eu puder te levar,
Sei que será sim com o coração.

Por Renato de Abreu.


As Aventuras de Dand e Pedro


Episódio de Hoje:
A Festa da Vilãn Bonanzãn!


"... Numa determinada hora da festa Pedro fica sozinho dançando,
a música rolando e a festa bombandoo.
De repente, do nada, chega Dand. Todo louco, apavorado e nervoso (voltando do banheiro) dizendo:
- Eu queeeeeeero Don't call my name, eu queeeeeero Don't call my name! Eu queeero Don't call my name! \o/ \o/ \o/
Genteee! É minha música, que isso, tocou muito rápido, que isso, só pq eu estava no banheiro? que isso. NÃO PODE ISSO NÃO! Meu Deus! que isso.
E o Pedro chooooora de riii! FIM! " kkk."

LEGENDA: Don't call my name!= ALEJANDRO!


Pedroo Ribeiroo:S (Chama ae! :)) diz:
*kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

*ain zentiie

*vc me mata de riii abigon

*e akela hora q vc ficou dançando bad romance

*igual um louco

*aii morri de rii


Dand diz:

*kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkk
*ain essa minha doideira vai me levar a loucura rsrs, tenho que parar com isso.

*vc lembra se eu fiz careta?
*pq eu não posso voltar com essa mania hein,

*de fazer careta pras pessoas AFF.

'Pedroo Ribeiroo:S (Chama ae! :)) diz:

*fez não amigoo!!!
rsrsr


"E na calada da noite preta, Dand , Pedro e Ana Paula se encontram na Gustavo Lira e Dand pede o celular de Pedro pra ligar pro Ricardo. Pedro empresta o Celular pra Dand, que mais que rápido põe no ouvido na espera de alguém atender.
-Dand, você discou o número? Perguntou Pedro.
-Ha não, esqueci kkkkkkkk. Coisas de Dand"


Dand diz:
*eu estava tão bebado que nem lembro daquela hora do banheiro que te puxei..

*só sei que te puxei

*o que que aconteceu hein?

'Pedroo Ribeiroo :S diz:

*foi assim eu saii do banheiro e fui no espelho arrumar minha roupa

*ai o menino disse: Ta bonito!
*e eu agradeci

*ai ele veio e meu deu um beijo no rosto

*e depois tentou bjar minha boca

*ai eu
tireeei
*e ele me jogou na parede e tentou me bjar

*ai eu te gritei e pedi ajuda

*e me senti uma galinha sendo estrangulada
*pq ele apertou meu pescoçinhoo

*rsrsrs foi engraçadoo


Dand diz:

*que horror!
*e o flávio lá fora kkk.


Dand diz:

*na hora do grito que dei no banheiro

*alguem falou alguma coisa? rsrs

'Pedroo Ribeiroo :S diz:

*não

*olharam para tras kkkk
*e eu rindo igual um doenteee

Dand diz:

*pensaram q fosse vc enton kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk morri!


BEIJOMELIGA !

Sobre Nós



Eu só sei que te quero,
E que desse querer vou fazer realização.

Eu só sei que te espero...

E dessa espera, farei brotar uma flor...


Eu só sei que zelo...

E desse zelo, vou ver nascer amor...

José Renato Abreu Machado.


Coisas de Sagitariano...

Ser o dono da história há muito que se dizer: Podemos mudar de direcão sem um prévio aviso, desistir do que programamos e decidir dizer sim a tudo, ou não! Ter a palavra chave que faça com que as coisas aconteçam. Tornamo-nos guias, instrutores, consultores e líderes, não necessariamente nesta ordem.Já nascemos líderes, de nós mesmos.
Observamos como nos funcionamos em ambientes gasosos e líquidos, e nos mais ou menos densos também. Passamos pra outra!...
Experimentamos várias maneiras de funcionar, pois com jeitinho podemos repetir a experiência. Rimos alto e largo. Falamos claro e em bom tom, só não entende quem é cego, já que adoramos mudar de posição quando estamos expondo nossas loucuras. Sonhamos com o horizonte e acordamos sem medo do dia vindouro. Choramos uma vez por dia, porque é sadio. Passamos pra outra!...
Olhamos para o céu com contemplamento. Sofremos por quem conhecemos. Sofremos por alguém que nem conhecemos, pois nossa imaginação tem asas, e temos muito em quem nos espelhar. Sofremos por achar que sofrimento dividido sofre menos. Passamos pra outra!...
O dia nem chegou na metade e há decisões para tomar, nenhuma tão importante assim. E além disso, o mundo não deixa de girar por uma omissão nossa, apesar de acharmos que sim. Passamos pra outra!...
Tomamos decisões em situações imprevistas e mudamos o rumo do dia, da história, da nossa história, e isso é bom: "Mudar vale a pena!". E se der tudo errado, que é que tem?...O gostinho do poder de varinha mágica sabe bem quando a abóbora se transforma em carruagem, ou vice-versa. E fazemos um bom ensopado de abóbora, bastando para isto uma colher
... de pau, claro! Passamos pra outra!...

Somos o dono da história, mas é claro que a lei da inércia ajuda a preencher as páginas,...ou não!

Dand.


Um dia depois de ontem...


Dias atrás, conversando com uma amiga sobre alguns dos últimos acontecimentos de minha vida, chegamos a conclusão que de tempos em tempos precisamos dá uma guinada, uma mudança de chip em nosso eu interior. E ela me aconselhou dá um 180º..Ela disse assim: dá um 180° Dani . E foi o que fiz. Ainda estou nos 90°, mas o arco completo está garantido. E como um bom sagitariano que sou, não sou orgulhoso, não tenho medo das coisas, não me decepciono fácil e nem abro mão sem antes lutar, até perceber que não tem mais jeito sobre aquilo que demonstra não ter mais solução. A vida pra mim é assim.
Ando um pouco amargo, mas muito confiante de mim também com relação às oportunidades que vem me aparecendo, tanto no profissional quanto nas amizades. O coração está de lado, talvez pelo sabor amargo que carrego ainda. Mas já sei que não é por muito tempo, pois já sinto um olhar sobre ele, e é confortador saber que existe um novo dia, depois de ontem.
E nestas poucas palavras eu vou voltando a ativa com meu blog, que andou um pouco abandonado por mim neste último mês, mas sempre com a presença daqueles que eu mais gosto, e que mais cedo ou mais tarde visito e com muito prazer, pois moram no meu coração.

(Dand)

"Mudanças. Nós não gostamos delas. Nós a tememos. No entanto, não conseguimos evitá-las.
Ou nos adaptamos às mudanças, ou somos deixados para trás. Crescer é doloroso. Qualquer um que te disser que não, está mentindo. Mas aqui vai a verdade: às vezes, quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas. E às vezes, oh, às vezes mudar é bom. Às vezes, mudar é tudo”.

( Grey’s Anatomy )




Gosto, simples assim...


Gosto de gente que ri, chora, se emociona com um simples telefonema, uma música legal, um bom filme, umótimo livro, um gesto de carinho, de carinho e de carinho, um abraço, um olhar...

Gente que ama e curte saudade, gosta de amigos,

cultiva flores, e acredita no amanhã....

Que admira paisagens, poeira e chuva..,

e que respeita o vento, mesmo quando ele deixa os dias mais frios.

Gente que tem tempo para sorrir bondade, semear perdão, repartir ternuras,

compartilhar vivências e dar espaço para Gente que gosta de fazer as coisas que gosta, sem fugir de compromissos inadiáveis, por maisdesgastantes que sejam.

Gente que colhe, orienta, se entende, aconselha, busca a verdade e quer sempre aprender, mesmo que sejacom uma criança....

Gente de coração aberto, Sem mágoas e sem preconceitos baratos.

Com muito amor dentro de si.

Gente que erra e reconhece, mesmo que tarde. Cai e se levanta, e que tem o dom de perdoar.

Apanha e canaliza os golpes, que tira lições dos erros fazendo redentoras suas lágrimas e sofrimentos.

E desconfio que é deste tipo de gente que Deus também gosta!


Cotidiano


Olá meus queridos, amados, idolatrados amigos virtuais de plantão. Cá estou eu novamente pra poder compartilhar com vocês um pouco mais da minha vida tão lotada. Bom, como alguns de vocês sabem, estou no último ano de faculdade, então as coisas mudam e não são fáceis. Aqueles ótimos primeiros semestres, onde só curtia e ia pra barzinhos beber com os amigos já eraa. Estou atarefadíssimo com meu artigo científico, e nos finais de semana estudo pra testes surpresas e trabalhos intermináveis, isto quando não vou namorar, claro, e em outra cidade.
No mais, estou estagiando provisóriamente na área administrativa de um Resort maraviloso que fica numa cidade vizinha, proximo à cidade em que meu namorado mora. O lugar é lindo e estou gostando muito e pretendo ser efetivado rápido. Já recebi elogios, já fiz amizades de infância e modesta parte, em matéria de serviço sou muito eficiente, sempre fui. Fora isso, namorando também, o que toma um pouco o tempo. Falar em namoro, preciso da ajuda de vocês pra comprar um presente do dia dos namorados. Eu não sou muito bom de presentear, não tenho criatividade pra escolher, alguém se habilita em me ajudar dando sugestões? Prometo postar aqui a sugestão vencedora hahahaha.
No mais é isto galera, escrevi um geral do meu cotidiano pois estou sumido e em dívida com muitos de vocês, mas com muitas saudades.

Um grande abraço a todos e até a próxima...

2 Meses...

Não solte da minha mão!
Ando teimando tanto, e por mais que eu teime, esta necessidade de caminhar com você se torna mais óbvia. Essa necessidade de te ouvir, de te viver, me faz cada vez mais chegar em você. E debater com a liberdade, conceituar minhas verdades e fazer um enredo, as vezes me faz sentir um medo.
Não solte da minha mão!
Vejo em você um todo, numa razão inabalável de ser, de sentir, de tocar, falando de mim, e sentindo a cada dia que agora me permito em você.
Não deixe seus olhares distantes.

Não deixe que sua voz descanse, ou canse de gritar por mim. A cada vez que te escuto, sinto que não temos mais porquê...bem, não temos mais nada. Temos um tudo, temos a nós, e isso pra mim basta.

Não solte da minha mão, porque é neste compasso que me sinto meu e me sinto seu também. E não há como fugir deste encanto que páira sobre minha mente, lateja em meu coração, e que só você sabe remeter.
Porque é neste embalo que me vejo homem, permanecendo menino, e do jeito que somente você sabe me fazer.
Não me deixe para tras dos seus abraços, ...
Porque tu sabes de quem é a culpa por essa coisa tão profunda que venho sentindo agora. Obrigado por existir em minha vida!

E só pra dizer que te amo..feliz 08/05/2010 amor, meu grande amor
.

Morte


Eu tenho por mim que o mais difícil da vida é lidar com a morte, pois é algo que até pra quem seja a pessoa mais compreensiva do mundo, uma perda de tamanha proporção mexe sim com seus sentimentos mais profundos. Existem pessoas que se dizem capazes de entender que é uma passagem e que já estava na hora, entretanto outras que as vezes não demonstram sequer um tipo de comoção, apesar de estarem comovidas sim, “ou não”. Eu sinceramente não entendo a reação do “ou não”. Não julgo, mas não entendo também não. Existem as pessoas que choram, lamentam a perda. Eu sou dessas. Tenho muito medo da morte porque acho que é uma interrupção muito drástica e radical. É uma perda irreparável.

Já perdi alguns entes queridos, tios, amigos e até namorado.

Na família, a morte da minha tia foi a que fiquei mais comovido, não chorei, mas no último mês de vida estive ao lado dela o tempo todo ajudando e assistindo ao sofrimento dela e dos filhos. Eu sofria aos poucos e diariamente. Antes disto, eu namorava um garoto que se envolveu com drogas. Foi um momento que marcou muito minha vida, mas faz tanto tempo que já superei. Ele morreu asfixiado dentro do banheiro da casa dele.

Perdi um amigo de infância que tomou 5 tiros na porta da casa dele, chegando da balada. Foi a morte que me chocou mais até então, e até hoje eu não acredito que ele morreu. As vezes fica essa sensação né, de que é mentira.

E pra completar, o motivo deste post : Domingo pela manhã, eu no banheiro, meu namorado ainda dormindo e o telefone dele toca. Era uma amiga minha que mora com ele, querendo falar comigo urgente, pra me dar a notícia de que uma amiga nossa lá de Minas havia morrido. Mas eu levei 3 sustos. Primeiro, quando ela falou que tinha uma noticia muito triste pra me dar. Nesta hora já pensei que minha prima havia morrido, pois ela tem a saúde fraca demais e está sempre entre a vida e a morte. Segundo, quando ela falou o nome, já pensei que fosse uma amissíssima nossa, já me arrepiei todo dei um grito que acordou a casa toda e meu namorado nem gostou da reação. Problema é dele...Rs. Terceiro, quando eu entendi a pessoa que era. Uma amiga nossa assim de balada, eu não tinha afinidades intimas, mas já bebemos juntos. Ela era melhor amiga de minha prima. Eu fiquei chateado por ela ter partido tão cedo, 22 anos, e da forma que foi: Um acidente horrível de carro, voltando da balada. O carro capotou, o corpo dela ficou na estrada das 4 da madrugada até as 13 horas do dia seguinte porque a perícia veio de outro lugar distante. Sei que a cidade ficou revoltada com toda situação.

E ainda querem que a gente aceite a morte, e da maneira como ela vier. Nunca! Nem se morrer dormindo.

É só isso. abraços.

Até que enfim...

Bom, depois dessa fase meio poética pela qual passei aqui no blog neste mês de abril, e depois desta minha última semana de provas na faculdade, estou voltando com textos meus, sobre minhas novidades, minhas felicidades, minhas angustias, minha vida.
E pra começar, gostaria de compartilhar uma novidade muito importande pra mim: Eu descobri o tema pro meu primeiro livro que irei escrever durante os próximos 2 anos. Foi uma busca muito angustiante porque eu sempre tive vontade de escrever um livro e por mais que eu encontrasse temas, eu me deparava com ele já em outro livro. Era frustrante. E ontem, como não dormi a madrugada, passei a noite em claro, recordando coisas, matutando outras, cheguei a uma conclusão que ainda está nebulosa, e claro, poderá ser modificada também, mas a essência do livro eu já encontrei.
Bom, o livro terá um publico gay sim, pois vou abordar um romance entre dois garotos, mas tera um publico hetero muito forte também pois o foco da história não será o homossexualismo. A essência estará no romance, mas o foco, "inicialmente" será a vida dos garotos. A vida de um, cheia de altos e baixos depois de terminar um namoro, e a do outro, recluso num outro país. Eles se separam no inicio da história por conta do destino, por conta de forças maiores ainda não definidas por mim (autor). Então, o primeiro passara um tempo tentando superar esse sentimento vivenciando outros, e quando este amor reaparecer, o bicho pega, porque encontrará uma pessoa completamente diferente da que ele deixou, e o lado trágico da história vem atona.
Resumindo, a história é bem discreta, o homossexualismo não será escrachado, e o enredo será como de um romance longo, distante e trágico.
Enfim, espero que daqui 2 anos já tenha terminado de escrever né, hehehe.
No mais é isso pessoal, passarei o final de semana na casa de meu namorado, que é em outra cidade, mas assim que voltar respondo aos comentários carinhosamente, como sempre hehehe.

Beijo a todos...

Dand.^^

Quando me amei de verdade...


Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.E então, pude relaxar.Hoje sei que isso tem nome...
Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.Hoje sei que isso é...
Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.Hoje chamo isso de...
Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.Hoje sei que o nome disso é...
Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.Hoje sei que se chama...
Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.Hoje sei que isso é...
Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.Hoje descobri a...
Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é...
Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.Tudo isso é...
Saber viver!!!


Charles Chaplin.



Ps.: Assim como eu, muitas pessoas ainda tem muito o que aprender.

Dand.


Inquietude


A Eterna procura do afeto...
Eterna enquanto dure a eternidade...
Que da noite mais escura, ecoa em sobressalto...
E por meus caminhos se abate, sem dó nem piedade.

A eterna procura dos sentimentos...
Vadios, alheios à chama...
Em que me gasto a procurar o que não sei aonde está....
Da qual por breves minutos, insensatos momentos...
Arranco mil promessas que não cumpro...
Por não saber o certo ou o errado.

Ah! Se eu sempre pudesse calar a voz da agonia...
A inquietação que me invade e persegue minh'alma seria mais feliz...
Mas meus olhos cativos brilham já tal fantasia...
Me abandono e enlouqueço, por força de um fogo maior.



Escrito por Henrique de Paula, meu mais novo amigo.


Flores e Espinhos


...A vida requer cuidado. Os amores tambem.
Flores e espinhos são belezas que se dão juntas.

Não queira uma só, elas não sabem viver sozinhas...


...Quem quizer levar a rosa para sua vida,

terá de saber que com elas vão inumeros espinhos...

Não se preocupe a beleza da rosa vale o incômodo dos espinhos...


Padre Fábio de Melo

Espirito empreendedor


Hoje vim aqui pra contar uma história de um futuro jovem empreendedor hahahah, EU.
Foi assim, estou num processo frenético de mudança, espero eu que até dia 15 esteja morando na minha nova casa, que por sinal ainda está em obras..AFF. Mas enfim, temos que entregar a casa antiga o quanto antes. E nesse processo de obras e mudanças nos desfizemos de muitas coisas, como janelões de ferro, conjunto de pia, box e vaso de banheiro, pia de cozinha antiga, portas antigas, móveis e etc.. Meu pai ia jogar tudo fora nas caçambas acreditam? E eu como um bom transformador que sou, estou transformando tudo em dinheiro. Já faturei até agora quase R$ 200, Coloquei tudo na varanda da casa que está em obras, e com preços em todos os seus devidos objetos. De Terça pra hoje chuveu de gente pra comprar, me senti um empreendedor. E ainda tem mais pre vender. Quem estiver interessado aí ó, entre em contato: Janelão de ferro 1,60 X 1,20 to vendendo a R$ 20, rsrsrsrs.
Daí surgiu a idéia de abrir o Bazar da Construção. O que vocês acham? Porque eu penso que quem precisa e não tem condições de comprar um novo, tem que ter pelo menoas a oportunidade de comprar um usado e por um preço bem acessível...
Enquanto isso estou aqui, fiscalizando a obra e vendendo horrores, e descobri que sou um ótimo vendedor, todos me acham simpático, principalmente aquelas donas de casa de meia idade, que tem filhos da minha idade. Disseram que sou muito bonito e simpático, e que é pra eu ter juízo. Será um bom conselho? Porque já me disseram que beleza e juízo não combinam hahaha.Será?

Então, como diz meu amigo Paulo Braccini que adooro: É o que tem para hoje!

Um grande abraço pra vocês.Em breve sairei dessa minha “ausência instável” pra estar junto de vocês sempre sempre eternamente forever.

Dand.^^.

Mais Feliz


Eis que enfim o dia amanhece. Apesar de ser 20:00h da noite, sentiu os raios do sol tocar o coração como a tempos realmente não sentia mais.
De cara uma contradição, a altura do menine era maior que ele poderia imaginar. Bem maior . Levantou mais que rápido e lhe deu um abraço, estava ansioso. O menine estava sério, e sentou meio que nervoso ao seu lado.
O primeiro encontro é sempre assim, rola uma timidez, um frio na barriga e até um medo de não ser aceito. Sorte que ele levou seu amigo, o fiel e escudeiro que vocês conhecem de posts passados. E o menine? Todo seu carinho, e uma bolsa a tiracolo.
E na conversa meio que descontraída na porta do teatro, aos poucos, bem discretamente os olhares começam a se encontrar. As palavras começam a surtir efeito, as pretenções começaram a surgir vagarosamente, meio que soltas em detalhes propositais. E passado algum tempo, era hora de seu amigo sair de cena. Levamos ao ponto até que pegasse o ônibus. Daí sobrou ele e o menine. E agora? era partir pra dentro. \o/
Passeando pelo bairro nobre, passaram pela tal pracinha, mas estava cheia. Queriam privacidade . Então foram para escadaria do Rosário, um lugar escuro, sombrio. E já chegaram com as boas vindas de um sapo. Mas fazer o quê? Era ali eles poderiam concretizar o que a tempos atrás estava por acontecer. E quando ele sentou, o menine de pé exigiu o abraço que havia prometido.
E foi um abraço tão apertado, tão convincente, tão carinhoso que ele se sentiu meio sem ação, pois com alguns dos últimos acontecimentos da vida, ainda não acreditava muito que algo realmente de bom fosse acontecer nesse momento do ano. Andava meio cauteloso e precisava desfazer um muro que construíra.
Se beijaram, se abraçaram denovo e se beijaram mais, e mais. Agora ele estava mais confiante, e naquele lugar sombrio e escuro notava-se o raio do sol, que finalmente começara a iluminar as suas expectativas.
O menine, que não é um simples menine, que não vai ser apenas um menine, nem mais um menine, chegou para ser um anjo, o seu anjo. E como diz a letra da música: ♪♪..Acredita em anjo? Pois é, eu sou o seu!
Espera ele não estar enganado, mas algo lhe diz que não, pois o que está escrito no brilho das estrelas noite nenhuma há de escurecer.


Mais Feliz
Adriana Calcanhotto

O nosso amor não vai parar de rolar
De fugir e seguir como um rio
Como uma pedra que divide um rio
Me diga coisas bonitas

O nosso amor não vai olhar para trás
Desencantar, nem ser tema de livro
A vida inteira eu quis um verso simples
P'ra transformar o que eu digo

Rimas fáceis, calafrios
Fure o dedo, faz um pacto comigo
Num segundo teu no meu
Por um segundo mais feliz



Carnavalizar

Carnaval é sempre assim né? Um momento para extravasar, liberar as energias, esquecer dos problemas por no mínimo 4 dias, porque tem gente que já logo emenda o restinho da semana. E ainda, pra outros é o início do ano, pois tudo toma seu fluxo normal mesmo depois do carnaval. Particularmente adoro esta festa popular, mas não foi sempre assim não. Quando criança eu detestava. Não gostava de dançar, nem de muvuca, nem de povão, muito menos de fantasia. Meus pais me levavam no matinê e tudo que eu só fazia era jogar confetes e chorar. Batia nos meus primos e ainda rasgava as fantasias deles. Daí eu cresci né, descobri o lado bom da vida e percebi que podemos nos divertir muito no carnaval. Foi quando eu bebi pela primeira vez, lá e m Minas mesmo...


Nunca me vesti de piranha no bloco, mas este ano senti uma vontadezinha. Meus amigos Pedro e Diego arrazaram como vocês podem ver na foto, onde eu estou no meio, Diego está de peruca rosa e Pedro de peruca preta. Fomos pra uma cidade do interior do estado do Rio. Eles deram pinta eu eu tirei as fotos. Chegamos 6:30 em casa. Acho que no ano que vem quem sabe baixe uma piranha em mim, num sei, sou meio cismado com issu. Acho que tenho trauma, sei lá.
Nos dias seguintes passei o carnaval em Minas, onde costumo passar todo ano. A cidade é pequena mas muito animada. Todo ano tem disputa de blocos de famílias e modesta parte e com muito orgulho, o da minha familia sempre ganha o 1º lugar porque somos muito criativos e nossas fantasias fecha qualquer comércio. Já saímos de Circo, Piratas, Descobrimento do Brasil, Egípcios, Can-Can, Caminhos do Oriente, Touradas da Espanha e este ano de Lampião e Maria Bonita. Ano que vem estamos pretendendo sair com o tema Paritins da Cultura Amazônica, e acredito que será o tema mais rico de todos que ja saímos ,pois vamos abordar o desmatamento da amazônia também. Já conseguimos um patrocínio inicial de 5.000, que para um bloco de 200 pessoas dá pra fazer muita coisa bacana.










Também me fantasiei este ano de Marinheiro, que aliás causou uma polêmica muito grande, mas que depois eu conto em off pra quem tiver meu msn. Em outros anos já saí com a fantasia de Pierrô, Peter-Pan, Visconde de Sabugosa e até de Ração pra pinto que também deu o que falar.
E pra quem me conheceu quando pequeno e me vê hoje aproveitando até o último segundo do carnaval nem acredita que sou eu mesmo hahaha. Mas também, me desculpe quem não gosta de carnaval, não sabe o que está perdendo. É bom Dimaaaaaaaaais.

E outra, odeio Rebolation. Foi o que mais tocou neste carnaval, mas esta música não me cativou mesmo.

Gosto de tudo quanto é axé mas só no carnaval tambem rsrs, e gosto quando as bandas tocam aquelas marchinhas antigas. Abaixo segue a letra de uma que eu gosto muito.

Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina
Acabou chorando, acabou chorando

A colombina entrou num butiquim
Bebeu, bebeu, saiu assim, assim
Dizendo: pierrô cacete
Vai tomar sorvete com o arlequim

Um grande amor tem sempre um triste fim
Com o pierrô aconteceu assim

Levan
do esse grande chute Foi tomar vermute com amendoim

E me desculpem pelo grande sumiço, estou morrendo de saudade de todos, de visitar os blogs, mas com esse processo de mudança, obras e carnaval foi impossível arrumar tempo pra internet. Me perdoem por favor, pago prenda se for preciso hahahahaha. Mas já já estarei de volta pra vocês..

Grande beijo no coração de todos.

Perto Demais


Longe é um lugar perto demais para quem encontra pessoas que valem a pena ser amigo, flertar, ou até mesmo namorar. Há quem diga que não. Quando se gosta de alguém, a distância se torna um detalhe. Será ?
Por que pessoas legais moram longe ? é o nome de uma comunidade do Orkut. Existem várias comunidades com este tema, na verdade , do mesmo modo que a pergunta flui na rede de relacionamentos. Eu definitivamente não sei, mas eu tenho a sorte boa, dependendo da análise…e isso farei adiante, de conhecer alumas pessoas legais pela internet…. pessoas que moram longe, muito longe de mim. E aí vocês podem me dizer: “é por isso que você as acha legais: não convive com elas, não se cansam umas das outras, não dá pra ficar chata”. E eu garanto que não é verdade. São pessoas com quem converso sempre, das quais sei um pouco de suas vidas, que sabem um pouco de mim também. Talvez o que atraia a gente, além desta chance de troca cultural sejam as afinidades, as particularidades e os mesmos gostos. Sei lá…tem pessoas que estão tão longe mas que são tão parecidas comigo. Acho que estão até mais perto de mim do que eu possa imaginar.

O Vanderson do blog “Ei, vem cá, senta aqui.....rs”, por exemplo…é de Fortaleza. Não lembro exatamente como nos conhecemos, mas lembro de ter ficado encantado logo de cara. E nos tornamos amigos. Mas o mais interessante veio depois, a série de afinidades, coencidências que foram ocorrendo. Não vou citar todas, mas pra vocês terem idéia, eu estava tomando café, daí ele vem e fala: opa, cheiro de café, é aí ? Fiquei assutadão rsrs. Sem contar que eu adoro conversar com ele, conversamos sem parar até altas horas da madrugada, é uma pessoa que vale a pena ser amigo e até mais que isso, e que gosto muitão.

Além do vanderson, tem o Dil do blog “Dil Santos”, que foi uma das primeiras pessoas que conheci quando criei meu blog, e que tenho um imenso carinho e afeto. Talvez se não fosse a tal “distância”, formaríamos uma duplinha bem dinâmica ♥.
Ainda o tenho como um sol, pois o conheci num momento meio obscuro de minha vida, e ele me fez acreditar que existe um além....um após...uma luz.,alguma coisa assim, não sei explicar muito bem hehe. Não esqueça que te adoro Dil.

Mas não são só eles, tem o Jeffesson do blog EGGO que tenho um profundo respeito e amizade, que me escutou muitas vezes nas minhas noites de sofrimento quando criei o blog, e que me sinto super a vontade em conversar, desabafar e ouví-lo também, e que sabe o quão autêntico eu sou, assim como quão sincéro sei que ele é. Ele faz parte do TRIO NORDESTINO pelo qual me encantei: Van, Dil e Jeff.. hahaha.
Ainda bem que ele se mudou pra Sampa, como estou pra aparecer por lá qualquer dia desses, em breve nos conheceremos.

E tem mais, o Athila, um amigo tão carinhoso que canta e manda as músicas para mim. Eu gosto de pessoas assim, que sabem fluir na amizade, e que não ficam estagnadas, e Athila é desses que você sente o sentimento que ele nutri por você, ele faz questão de te lembrar de 5 em 5 minutos hehehe.

Já o Loius do blog Ausência Instável, esse é um caso sério. Foi o primeiro a comentar no meu blog quando criei, nos tornamos amigos. Já está combinado de meu amigo Pedro e eu ir visitá-lo em Interlagos. Acho ele uma pessoa muito legal, bacana, bonita, mas é muito ausente e isso me incomoda. Depois ele aparece dizendo que eu que sumi..Ham. Prefiro não continuar os comentários rs.

Tem o Jeferson de Ribeirão Preto, converso muito com ele, sou muito simpático a sua pessoa e digo que se eu pudesse escolher pra namorar, escolheria ele, ou o Van. Os dois fazem todo meu estilo. Hehe. Falei!
Mas ter a pessoa que a gente ama distante, por mais que exista email, telefone, msn, orkut, transmissão de pensamento, mente fértil e sinal de fumaça, para mim nada disto é o suficiente..Eu necessito de olhar, toque, beijo e muito mais que isto, e todo dia se é que vocês me entendem. Namoro a distância para mim não flui. Não dá.

No mais, vou mantendo e ampliando minhas amizades à distância que me faz bem e com a esperança de um dia poder conhecê-los pessoalmente. Oportunidades não vão faltar, isso eu sei.

Agora, deixe-me ir que ainda tenho que passar meu colete preto, minha bermuda social preta e minha camisa gola V branca listrada pra uma big festa que vou hoje, e arrumar meu moicano.

E só isso. Abraçuuuu.

Seguidores